Terceira geração do Fit é apresentada pela Honda

Novo Honda Fit 2014 - Foto : Divulgação

Novo Honda Fit 2014 – Foto : Divulgação

A segunda geração do Honda Fit é um produto relativamente novo no mercado automotivo mundial. O modelo foi apresentado pela primeira vez em 2007 durante o Salão de Tóquio e, após seis anos de mercado, ele chega à sua terceira geração trazendo um desenho totalmente diferente dos seus antecessores e várias tecnologias para o seu segmento.

Esteticamente, o monovolume mudou pra valer – mais até que a segunda geração. Na dianteira, ele passa a ter um visual mais esportivo e segue à risca a nova identidade visual da marca, com faróis estreitos e grandes tomadas de ar nas extremidades do para-choque.

Leia também: Segredo: Volkswagen T5 é flagrada em SP

A lateral também evoluiu e ganhou vincos marcantes próximos às maçanetas e também na base das portas. Já na traseira é a parte que mais chama a atenção no novo Fit. O veículo ganhou lanternas que se estendem até o teto e para-choques mais envolventes com direito a duas tomadas de ar, uma em cada extremidade da peça.

Por dentro, o monovolume também sofreu várias alterações. A parte central do painel perdeu os controles circulares do sistema de ventilação e do som e agora ostenta uma enorme tela sensível ao toque retangular que concentra informações sobre o sistema de navegação, de ar-condicionado, de áudio e do computador de bordo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Além disso, o painel de instrumentos ganhou um desenho mais simples que o da geração anterior, que tinha o velocímetro sobreposto ao computador de bordo. Segundo a Honda, a inspiração para o desenho do habitáculo do novo Fit veio de smartphones e tablets.

Em relação ao conjunto mecânico, a marca japonesa optou por não mexer muito nos motores já disponíveis para o modelo. São duas versões equipadas com motores à gasolina: a de entrada que carrega um bloco 1.3 de 100 cv sempre associado à uma automática do tipo CVT (continuamente variável), e a intermediária, chamada pela marca de RS, que vem com um propulsor 1.5 i-VTEC de 132 cv e trabalha com uma transmissão manual de seis velocidades.

Rodar 36,4 km/l de combustível? Sim, é possível

Diferente da geração anterior, a Honda apresentou a versão híbrida do novo Fit junto com as demais. Esse modelo combina um motor 1.5 de ciclo Atkinson e outro elétrico que, juntos, entregam 132 cv e 17,3 kgfm de torque. Segundo a marca, essa variante consegue percorrer incríveis 36,4 km com um litro de gasolina.

Entre os destaques do Fit hibrido está a inédita transmissão semi-automática de dupla embreagem que possui sete velocidades – o monovolume é o primeiro da marca a ser equipado com essa caixa.

Lançamento mundial e no Brasil

O lançamento oficial do novo Honda Fit está agendado para setembro no Japão. Mas, com certeza, o modelo será o grande destaque da marca japonesa durante o Salão de Tóquio que acontece no mês de novembro.

Como de costume, é esperado que a nova geração do modelo chegue ao mercado brasileiro já em 2014, isso porque a montadora não costuma a demorar para trazer seus lançamentos para o Brasil.

À exemplo do que ocorreu com o modelo que acaba de ser apresentado, a versão tupiniquim do monovolume não deve ter mudanças drásticas no seu conjunto mecânico. O mais lógico é que a marca opte por fazer algumas melhorias nos motores 1.4 e 1.5 que já equipam a atual geração.

Publicado em 23 de julho de 2013, em Honda, Lançamentos, Salão de Tóquio e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: